Bilhetes: Parte 10 – Devolução de Bilhetes

Para alguns Lotéricos o sistema de Devolução de Bilhetes da Loteria Federal é confuso e gera dúvidas, além de insegurança.

Descrevemos de modo sucinto o procedimento:

bilhetes federal

 

 

1) Bilhete e Fração
Um Bilhete é a cartela que você recebe contendo 10 “pedaços”. Cada “pedaço” é 1 Fração, que pode ser vendida separadamente (vide figura ao lado).

 

 

 

2) Devolução

(a) A CAIXA só aceita a devolução de Bilhetes inteiros. Você não pode devolver Frações!;

(b) As devoluções devem ser autorizadas pela CAIXA. Esta autorização é válida apenas para uma Extração. Ela é enviada através do TFL;

(c) Quando autorizadas são, em geral, de 5% ou de 8% do total de Bilhetes da sua cota naquela Extração que está sendo permitida a devolução.

 

3) Exemplos

Exemplo 1: Extração 5.203 – Cota 60 Bilhetes. A CAIXA autoriza 5% de devolução. Você poderá devolver até 3 Bilhetes (inteiros, é claro!), pois 5% de 60 é 3.

Exemplo 2: Extração 5.204 – Cota 40 Bilhetes. A CAIXA autoriza 8% de devolução. Como 8% de 40 é 3,2 e não é permitido devolver Frações de Bilhetes, você poderá devolver até 3 Bilhetes (inteiros, é claro!)! Se você só tem Frações naquele momento, ou seja, não tem Bilhetes Inteiros, então não poderá fazer devolução nesta Extração.

Exemplo 3: Extração 5.205 – Cota 10 Bilhetes. A CAIXA autoriza 5% de devolução. O Lotérico não poderá devolver Bilhete algum, pois 5% de 10 Bilhetes é 0,5 Bilhete, ou seja, 5 Frações e só é permitido devolver Bilhetes Interios!!!

 

4) Observações

(a) Caso a autorização seja de 5%, você só poderá fazer devolução se sua Cota for maior do que 19 Bilhetes … e tiver Bilhetes Inteiros ainda!

(b) Caso a autorização seja de 8%, você só poderá fazer devolução se sua Cota for maior do que 12 Bilhetes … e tiver Bilhetes Inteiros ainda!

 

Cláudio Roberto Vigna

Bacharel em Matemática Pura
Instituto de Matemática e Estatística
Universidade de São Paulo – São Paulo/SP
Fundador e Sócio-gerente da CRV Sistemas & Consultoria

 

 

 

4 comments

  1. O exemplo 3 tem um pequeno erro. Depois das palavras ” ou seja” o numero correto é 5 frações e não 10

  2. No meu caso USL recebo 01 cota(10 bilhetes) e nunca consegui vender nem a metade e fico toda 4ªf. e sábado no prejuízo(mais um). É pouco mas p/ uma unidade simplificada que não consegue faturar o “mínimo p/ sobreviver” pesa muito no final o mês. A CEF poderia isentar da venda “obrigatória” de uma cartela(10 bilhetes) já que a clientela é pouca e a Lot. federal não atrai mais os apostadores e acabo ficando sempre no prejuizo. Espero ser atendido em minha reivindicação já que a própria CEF tem gasto também p/ fazer a entrega e não deve cobrir as despesas. Já fiz esta reclamação muitas vezes; Supervisores/site/Superintendência mas a sensação é que p/ as USLs nada,. só exigências e padronizações/cursos.etc.

    1. Bom dia Sr Milton!
      A CAIXA não investe em propaganda e modernização do produto, por isso a falta de interesse
      Algumas saídas para evitar o prejuízo:
      a) Trocar os bilhetes com outros lotéricos;
      b) Utilizar os cambistas para venda de bilhetes;
      c) Vender bolões com fração de bilhete.
      Grande abraço!

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *